Citroen c5 2003 manual pdf


 

View and Download CITROEN C5 handbook online. PRIVATE CARS C5 Automobile pdf manual download. Also for: C8, c5, c8. Download manual guide of Citroen C5 Owners Manual Pdf in pdf that we listed in Manual. Guide. This manual books file was taken from. Citroen C5 Manual - [Free] Citroen C5 Manual [PDF] Citroen Workshop Manuals Instant Download Citroen Workshop Repair.

Author:DAWNE MICRONI
Language:English, Spanish, Japanese
Country:Moldova
Genre:Science & Research
Pages:614
Published (Last):04.09.2016
ISBN:842-8-15030-917-2
Distribution:Free* [*Register to download]
Uploaded by: NERY

54142 downloads 94279 Views 38.43MB PDF Size Report


Citroen C5 2003 Manual Pdf

Download manual guide of citroen c5 owners manual pdf in pdf that we listed in manual guide. this pdf books file was hosted in infotroen that avaialble for. mentioned are the property of their respective owners. PDF Owner Manuals and User Guides are NOT affiliated with the products and/or names. CITROEN C5 OWNER'S HANDBOOK MANUAL Pdf Download. citroen c5 owners manual pdf Products and names mentioned are the.

Most useful pages: Page of Go. C5 - C8. In some instances, this information could concern the security and safety of the vehicle. CAR Volume 2. Show quick links. Hide Hide permanently. Specifications, adjustments, checks and special features pages. In each section, the vehicles are dealt with in the following order: C5 and C8, or all models where applicable. Page 3 If you find that this handbook does not always meet your requirements, we invite you to send us your suggestions which we will take into account when preparing future publications. For example: Page 4: D Inflation pressures and tyre references.

J2 [3] Engine flywheel peg: X [4] Belt retaining pin: K [5] Camshaft pinion peg: M [6] Engine flywheel lock The engine flywheel, tool [3].

CITROEN C5 Handbook

From under the vehicle The camshaft, tool [5]. The three screws 9. The screw 7 of the tensioner roller 6. Position tool [1] on the belt at "b". Turn the roller 20 anti-clockwise using tool [2] to attain a tension of: The screw of the roller 19 to 2. RPO Continued The new fitting discontinues the following components: Peg the camshaft and the crankshaft before ever removing the Removing [1] Belt tension measuring equipment: Respect the safety and cleanliness requirements that are specific to high pressure diesel injection HDi [2] Tension lever: Screws 3 , 4 and 6.

Screw 7. The fixings of the pipe linking the power steering pump with the rotary valve. The clutch lower closing plate. Lock the engine flywheel, using tool [6]. Remove the screw 8. Remove the timing belt Just before refitting, carry out the checks below: The rollers 18 and 15 turn freely without play and without any tight spot.

Fuel high pressure pump pulley Guide roller Crankshaft pinion Coolant pump pinion The accessories drive pulley 8. The screw 17 of the tensioner roller Fit the tool [1]. Turn the tensioner roller, using tool [2], to attain a tension of: Tools [3] and [5].

Screw 7 and the spacer. If it is impossible to line up the marks on the chain and on the camshaft drive pinions, restart the camshaft setting. See operation for removing and refitting camshafts.

Refit - Retighten the screws 25 by hand. Turn the tensioner roller 24 anti-clockwise using tool [2] to attain a tension of: Tighten screw 23 of the tensioner roller, tighten to 2.

Refit the tool [1]. Tension value should be: If value is incorrect, restart the operation. Remove tools [1], [2] and [5]. Refit the screw without the washer. Disconnect the battery. Move aside the header tank. Position the tools for supporting the engine [10], [11], [12] and [13]. Position the tool [1]. Check that the tool is not in contact with anything else around it. Turn the roller 5 anti-clockwise , using tool [7] to obtain a tension of: Refit the pegs [2] and [3].

Slacken the screws 8. Tighten the screws 8 , by hand. Slacken screw Effect two turns of the engine in the normal direction of rotation, without turning the engine backwards. Refit the peg [2]. Check visually that the offset between the hole in the camshaft hubs and the corresponding pegging hole is not more than 1 mm.

Brush the screw threads. Tightening torque for the screw: Tighten to: Respect the safety and cleanliness recommendations. N engaged gearbox 1. At idle, engine warm. Atmospheric engine. Engines Vehicles Applicable Private vehicles: Engines Vehicles Applicable With oxygen sensor and reinforced catalytic Private vehicles: Engines Vehicles Applicable Brussels Directive: All interventions on the injection system must be carried out to conform with the following requirements and regulations: The technician should wear clean overalls.

Before working on the injection system, it may be necessary to clean the apertures of the following sensitive components: Engine running, at idle normal functioning: Respect the safety and cleanliness recommendations that are specific to high pressure diesel injection HDi engines.

Boost vacuum regulation electrovalve. Respect the safety and cleanliness requirements specific to high pressure diesel injection HDi engines. Electrovalve EGR. RHY Engines: A Kit T [2] Sleeve for checking boost pressure: Preparation for RHY engine Remove: Observe the following checking requirements: A [3] Union and hose for taking pressure T.

This decree stipulates: Control cables should be adjusted each time the gearbox is removed or cables changed. Do not use oil to detach the ball-joints.

Cables should be adjusted each time the gearbox, gear controls or power unit are removed Adjustment principles: Gear engagement control cable. Cables should be adjusted each time the gearbox, gear controls or power unit are removed.

Adjustment principles: Composition of the hydraulic circuit. Couple a transparent pipe onto the bleed screw 1. Submerge the end of the pipe in a receptacle containing brake fluid, situated lower than the clutch slave cylinder 2. Declutch and clutch rapidly 40 times. Start the engine. RFN Description 1 Primary shaft.

RFN Tightening torques Ref. Description Number of screws m. Oil quality. Oil quantity. Gearbox exterior. Gearbox interior. Automatic gearbox. The front of the vehicle must be raised in order to be towed.

If the front of the vehicle cannot be raised: Read the fault codes. Downloading, Configuration, Initialisation Pedal. Pedal initialisation. AL 4 only. ECU downloading procedure: A pedal initialisation must be carried out in the following cases: Switch on the ignition.

Apply the brake pedal and keep it pressed. The gear selection control has 5 positions. The selection lever is guided by the shape of the stepped gate and by a retaining spring which holds it towards the left. In position M, selection is by an electronic sensor located close to the gear lever. The variation of flux necessary to the movement of the sensor cells is obtained by a magnet located on the lever itself. RFN A Marking zone including: RFN Tightening torques m.

B Gearbox reference. C Sequence no. E Marking zone: Gearbox reference. Sequence no. Oil type: Lubricated for life. If the gearbox is drained, refilling of the gearbox is via the venting hole.

There is a relatively large glove compartment in the cabin, and in the SX and Exclusive range there is space for things under the seats, and in the center armrest from behind.

The first generation Citroen C5 has a fairly rich list of electronic systems: Parktronic, tire pressure sensors, automatic windscreen wipers, a rain sensor, which, in the event of precipitation, not only wipers themselves throw water from windscreens themselves, but also automatically close the door glass and hatch.

Hydractive III hydropneumatic suspension is used on the car. It has two modes of Sport and Comfort, prevents the roll in turns, nodes during overclocking and braking, and also lowering the body when driving at high speeds, reducing aerodynamic resistance and, accordingly, saving fuel.

There are 4 levels of setting the size of the ground clearance: "H" - the highest one to replace one of the wheels, instead of a jack. Information about the height at which the body is at the time is displayed on the multifunction display, located in a niche above the center console.

The control system based on the analysis of the road condition and driving style automatically changes the characteristics of the elastic elements and shock absorbers. Safety is not the last among the characteristics of the C5. The safety system includes front and side airbags for the driver and front passenger, as well as inflatable curtains. All pillows have two levels of disclosure - depending on the impact strength. The trunk lid lock is blocked at the start of the movement, and the door automatically closes, if after 30 seconds after unlocking they are not opened.

The line of power units offers two options: a gasoline engine V6 in the volume of 3 liters and a capacity of hp, a diesel engine with a volume of 2. Second generation In October Citroen introduced a fundamentally new generation of the C5 model.

Considerando as altssimas presses existentes no sistema de alta presso do combustvel Bars , respeitar as normas abaixo: Evitar trabalhar prximo a chamas ou fascas Motor funcionando: No operar o sistema de alta presso do combustvel Ficar fora de alcance de um eventual jato de combustvel que pode ocasionar ferimentos graves. Afastar as mos de um vazamento no sistema de alta presso do combustvel Aps a parada do motor, aguardar 30 segundos antes de qualquer operao NOTA: Aguardar no mnimo 1 hora antes de toda e qualquer operao no duto de escapamento.

Caso no exista instalao preconizada, efetuar a auto limpeza do filtro de combustvel fora da oficina, numa rea cimentada e afastada de todo e qualquer material inflamvel. Colocar o veculo em posio alta. Para qualquer operao no sistema de fornecimento, usar culos de proteo e luvas resistentes aos hidrocarburantes combustvel O local de trabalho deve ser arejado Em caso de grande disperso de aditivo: Utilizar uma mscara respiratria filtrando os gases Recuperar um mximo de produto Colocar o produto recuperado em recipiente convenientemente etiquetado Lavar a rea com bastante gua Eliminar os materiais e resduos slidos numa rea autorizada.

O kit de abastecimento deve ser reciclado aps o uso. O operador deve vestir roupas limpas Antes de operar no sistema de injeo, ser talvez necessrio limpar as conexes dos elementos abaixo citados ver operaes correspondentes: Filtro de combustvel Bomba de alta presso de combustvel Regulador de alta presso de combustvel Duto de injeo comum de alta presso de combustvel Tubulaes de alta presso de combustvel Porta injetores diesel.

Aps a desmontagem, tampar imediatamente as conexes dos elementos citados , a fim de evitar a entrada de impurezas. Ferramental Dispositivos de diagnstico: Respeitar as normas de segurana e limpeza. Respeitar as normas de segurana e limpeza especficas s motorizaes diesel injeo HDi. Conectar o veculo a um captador de gs homologado para esse tipo de operao. No havendo instrues para a instalao, efetuar a auto-limpeza do filtro de combustvel fora da oficina, numa rea cimentada e afastada de material inflamvel.

O veculo dever estar em posio alta. Verificar que o nvel de combustvel seja suficiente Mnimo: Dar partida no motor e deix-lo esquentar 60C mnimo Conectar o dispositivo de diagnstico na respectiva conexo do veculo Dar incio ao ciclo de auto-limpeza, com o dispositivo de diagnstico Funcionamento automtico do ciclo de auto-limpeza do filtro de combustvel: Auto controle pelo calculador Estabilizao da rotao a rpm, funcionamento com ps injeo Passagem marcha lenta durante 30 segundos.

Estabilizao da rotao a rpm, controle da eficincia da auto-limpeza do filtro de combustvel Passagem marcha lenta NOTA: Aguardar no mnimo 1 hora antes de qualquer operao no duto de escapamento.

Antigo tipo de aditivo DPX Troca do filtro de combustvel a cada 80 Km 50 milhas. Abastecimento do reservatrio de aditivo, a cada 80 Km 50 milhas. A evoluo do aditivo exige a montagem dos componentes seguintes: Novo computador de injeo com novas cartografias: OPR Novo computador de fornecimento combustvel com novas cartografias: OPR Computador de injeo Novas cartografias de computador permitindo a adaptao para os diferentes tipos de aditivo Aditivo: DPX42 Aditivo: EOLYS Computador de fornecimento de combustvel Novas cartografias de computador permitindo a adaptao para os diferentes tipos de aditivo Aditivo: Reservatrio de aditivo: Anel verde em tampa de encaixe Abastecimento do reservatrio de aditivo parcial: Balde de 1 Litro: Referncia PR Balde de 3 Litro: Utilizar unicamente aditivo novo, qualquer partcula pode entupir o injetor de aditivo.

Ferramentas de diagnstico: Conectar a ferramenta de diagnstico-Fazer um teste global-Escolher: Conectar a ferramenta de diagnstico-Fazer um teste globa-Escolher: Motor diesel- Rbrica telecodificao Ler o tipo de aditivo na telecodificao Visual: Cor da tampa do reservatrio de aditivo: Preto com anel branco: Preto com anel verde.

Abastecimento NOTA: Para toda operao no sistema de fornecimento, usar culos de proteo e luvas resistentes aos hidrocarburantes Colocar o veculo no elevador Desconectar o polo negativo da bateria Retirar a proteo trmica localizada sob o reservatrio de aditivo de diesel. Desacoplar a conexo 1. Retirar a tampa dosadora 2 Conectar: A mangueira 4 do kit de abastecimento na conexo de encaixe 1. A mangueira 3 do kit de abastecimento no lugar da tampa para medio de nvel 2. Posicionar o balde vazio numa das redes do kit de abastecimento e suspend-lo por um gancho.

Introduzir a mangueira no balde vazio. Posicionar o balde de aditivo 5 numa bandeja de apoio. Abrir o registro localizado na conexo de abastecimento, em a.

Inclinar o balde de aditivo 5 para facilitar o abastecimento Abastecer at o aditivo transbordar Fechar o registro, em a. A conexo de abastecimento A mangueira 4. Acoplar a conexo 1. Retirar a mangueira 3 Colocar: A tampa 2.

A proteo trmica lolizada sob o reservatrio de aditivo de diesel. Conectar o plo negativo da bateria. Aps aberto, o recipiente de aditivo Eolys no deve ser conservado. Respeitar as normas de segurana e limpeza Ferramental [1] [2] [3] [4] Conexo para presso combustvel 10 mm Prolongador para conexo presso combustvel Manmetro para controle de presso Jogo de alicates: Para qualquer operao no sistema de abastecimento, usar culos de proteo e luvas resistentes aos hidrocarburantes Colocar o veculo num elevador de 4 colunas.

Retirar a proteo trmica localizada sob o reservatrio de aditivo de diesel. Presso da bomba de aditivo Posicionar a ferramenta [1] no sistema de presso da bomba de aditivo Conectar a ferramenta [2] na ferramenta [1]. Posicionar a ferramenta [4] em a.

Na ignio, a bomba de aditivo alimentada durante 5 segundos. O valor de presso de 3 0,5 Bars O valor de presso inferior a 3 0,5 Bars Vedao do injetor de aditivo. Retirar a ferramenta [4]. Ligar a ignio e verificar o valor da presso indicado pelo manmetro [3]. Interpretao do resultado: O valor de presso de 3 0,5 Bars O valor de presso inferior a 3 0,5 Bars Retirar as ferramentas [1], [2], [3] e [4].

Interpretao do resultado:. Kit de abastecimento comprendendo os elementos seguintes: Para qualquer operao no sistema de abastecimento, usar culos de proteo e luvas resistentes aos hidrocarburantes Colocar o veculo num elevador Desacoplar a conexo de encaixe 1 da abertura do reservatrio de aditivo Retirar a tampa de expanso 2 do reservatrio de aditivo Acoplar a conexo fmea do balde de EOLYS no encaixe 1 do sistema de abertura do reservatrio de aditivo B1KK02RD.

A capacidade do reservatrio de aditivo de 5 Litro s.

Citroen C8 Wiring Diagram | Wiring Diagram

A operao de abastecimento se efetua com 5 baldes no mximo. Acoplar a mangueira do balde de recuperao 3 na sada de expanso do reservatrio de aditivo Suspender o balde de EOLYS em posio mais alta que o reservatrio de aditivo Furar o balde de EOLYS em a marcao em tringulo no balde Quando a totalidade do fludo estiver escoada, desacoplar o encaixe.

Recomear a operao de abastecimento at que o fludo transborde do reservatrio de aditivo. Reinicializao da quantidade total de aditivo RAZ. Uma leitura e a seguir um apagamento do parmetro da quantidade total de aditivo Uma leitura dos cdigos de tolerncia do calculador Simular um abastecimento do tanque de combustvel para desligar o luminoso do filtro de combustvel: Se o filtro de combustvel estiver limpo: Caso contrrio: Controle de vedao do duto de escapamento e sensor.

RHY Motores: Preparao motor RHY Retirar: Respeitar as condies de controle abaixo: Acelerar progressivamente Controlar a presso: Retirar as ferramentas [1] e [2]. A [3] Conexo e mangueira tomada de presso T. Operaes preliminadores Efetuar as operaes seguintes: Retirar o parafuso 1.

Desconectar o tubo 2. Deslocar o sendor de presso 3. Preparao do ferramental. Instalao no veculo Efetuar a montagem seguinte: Retirar a mangueira "a" da ferramenta [5], parafusar no seu lugar a ferramenta [3], retirar a mangueira "b" da ferramenta [5], parafusar a mangueira "b" da ferramenta [5] no manmetro [1], parafusar a ponteira [4] na ferramenta [5] Conectar o tubo 2 do sensor de presso 3 na ferramenta [4] apertar o tubo 2 com uma braadeira Tipo serflex.

Instalao no veculo continuao Parafusar a ferramenta [3] no bico do radiador de ar de sobrealimentao em "c". Posicionar o manmetro no porta copo em "d". Conectar o prolongador [2] na mangueira "b" e na ferramenta [5].

Respeitar as condies de controle seguintes: Dar partida no motor Engatar a 1a. Acelerar progressivamente, a presso deve ser a seguinte: Reposicionar o sensor de presso 3. Acoplar o tubo 2. Colocar e apertar o parafuso 1. C5 - C8 Veculos 1. Uma medida publicada no Journal Officiel de 25 Junho de , regulamenta a velocidade constante nos velocmetros com relao velocidade real.

O texto dessa medida estipula: Antes de trocar o velocmetro, controlar a conformidade dos seguintes pontos: O atuador hidrulico do comando de embreagem 7 fixado por dois parafusos 6 na parte externa da caixa seca Torque de aperto m. Os tipos de embreagem: Sangria do comando hidrulico de embreagem Constituio do sistema hidrulico.

Utilizar somente fludo de freio novo e no emulsionado, evitar introduo de impurezas no sistema hidrulico Utilizar somente fludo hidrulico homologado e recomendado: No utilizar aparelho de sangria automtica h risco de emulso do fludo no reservatrio Retirar: Sangria do comando hidrulico de embreagem continuao Acoplar um tubo transparente no parafuso de sangria 1.

Mergulhar a extremidade do tubo transparente num recipiente contendo fludo de freio, localizado mais baixo que o atuador hidrulico da embreagem 2. Criar um sifo em A acima do atuador hidrulico da embreagem, com o tubo transparente Desapertar o parafuso de sangria 1. Acionar o pedal da embreagem 3 manualmente em todo seu curso por sete manobras de ida e volta rpidas. Manter o pedal da embreagem 3 no fim do curso na ltima manobra Apertar o parafuso de sangria 1.

Deixar voltar o pedal da embreagem 3 em posio alta Encher o reservatrio de fludo de freio na sua capacidade mxima NOTA: Efetuar novamente as operaes de sangria; desapertar o parafuso de sangria 1. Dar partida no motor Acionar o freio de mo Engatar uma marcha Verificar se o incio de frico do mecanismo de embreagem aparece na cota X superior ou igual a 35 mm A cota X fornecida da ttulo indicativo.

Gasolina 2. Eixo secundrio Coroa do diferencial Pinhes satlites Pinhes planetrios Caixa do diferencial Parafuso taquimtrico Prolongador.

Carter do diferencial Respiro Paraf. Reduo do comprimento, 14 mm. Melhoramento dos cursos e dos esforos de passagem das marchas Nova pista de comando da caixa de cmbio do tipo chandellier candelabro com sanfona de alavanca de cmbio especfica Dispositivo de destravamento de marcha a r Novo suporte flexvel transmissor no comando hidrulico de desembreagem Novo interruptor de marcha a r Aumento da quantidade de leo em consequncia da inclinao dos motores. Torques de aperto m. Aumento de comprimento de 11,5mm.

Esta caixa de cmbio possui um dispositivo de destravamento da marcha a r O comando de marchas especfico caixa de cmbio com 6 marchas necessrio puxar para cima o anel localizado debaixo da manopla da alavanca de cmbio, para passar a marcha a r.

Capacidade de leo: Motorizao EW 2,6 Litros 0,3 maximo. Motorizao DW Tipo do leo: Controle do nvel de leo: Caixa do diferencial Travas de regulagem planetria Pinhes planetrios Eixo dos satlites Trava rolamento do diferencial Pinho receptor de marcha a r Pinho receptor 1a. Sincronizador1a e 2a. Pinho receptor 2a. Pinho receptor 3a. Sincronizador 3a e 4a Pinho receptor 4a. Pinho receptor 5a.

Pinho receptor 6a. Carter 6a. Fixao tampa de 6a. Rtula de passagem de marchas 10 mm. A regulagem dos cabos de comando deve ser efetuada a cada retirada dos comandos de marchas ou a cada troca de cabo. No utilizar ferramenta para declipar as rtulas. Para destravar a rtula, pressionar no centro "a" e puxar a rtula para cima A troca das rtulas s realizvel quando a chave bloqueadora desmontada. Com duas chaves de fenda finas declipar em "b".

Citroen C8 Wiring Diagram

Para desbloquer a rtula, gir-la no sentido da flecha "c". Regulagem A regulagem dos cabos deve ser efetuada a cada retirada da caixa de cmbio, do grupo motopropulsor e retirada ou troca dos cabos de comando de marchas. Princpio de regulagem - Imobilizar com uma ferramenta, a alavanca de cmbio em posio de ponto morto.

Regulagem continuao Debaixo do cap - Retirar o conjunto filtro de ar. Controle - Verificar se as marchas passam sem pontos de travamento - Verificar que o deslocamento da alavanca de cmbio seja o mesmo da frente para trs e da direita para esquerda. Comando de marchas O comando de marchas efetuado atravs dos seguintes cabos: Cabo de comando de seleo de marchas Cabo de comando de passagem de marchas Cabo de comando de marcha a r.

Rtula de passagem de marchas Cabo de comando de passagem de marchas Alavanca de cmbio Cabo de comando de seleo de marchas Rtula de seleo de marchas Cabo de desbloqueio de marcha a r O-rings Dispositivo de desbloqueio de marcha a r.

Substituir sistematicamente a o-rings 7 a cada retirada. A regulagem dos cabos de comando deve ser efetuada a cada retirada dos comandos de marchas ou troca de um cabo. A ser efetuado aps a colocao dos cabos de comando da caixa de cmbio Ver gama correspondente. Regulagem A regulagem dos cabos deve ser efetuada a cada retirada da caixa de cmbio, do grupo motopropulsor e retirada ou troca dos cabos de comando de marchas Imobilizar a alavanca de cmbio em posio de ponto morto, ferramenta [1].

Com duas chaves de fenda finas, declipar em f. Regular os comprimentos dos cabos Bloquear o comprimento dos cabos, pressionando em e. Controle Retirar a ferramenta [1]. Se a passagem das marchas se efetua sem pontos de travamento. Se o deslocamento da alavanca de cmbio o mesmo da frente para trs e de direita para a esquerda.

Caso contrrio, recomear a regulagem. Qualidade do leo Nvel do leo Quando a caixa de cmbio apresenta uma anomalia grave que tenha acarretado um funcionamento anormal ou o estrago da embreagem: Um leo "queimado" se caracteriza pela sua cor escura e um cheiro desagradvel. Deve haver troca da caixa de cmbio. Nvel do leo Ver operao correspondente Se o nvel do leo estiver muito alto, as consequencias podero ser as seguintes: Colocar o nvel do leo da caixa de cmbio automtica em posio normal se necessrio Controle com um dispositivo de diagnstico Efetuar uma leitura dos cdigos de defeitos motor e caixa de cmbio No havendo cdigos de defeitos Medir os parmetros, testar os mecanismos de acionamento, fazer um teste de rodagem Havendo cdigos de defeitos Efetuar os reparos necessrios Efetuar os cdigos de defeitos Efetuar um teste de rodagem para validar o reparo e se necessrio, adaptar os parmetros do computador da caixa de cmbio Imprescindvel: Aps ter realizado uma inicializao do calculador.

Reboque necessrio levantar a dianteira do veculo, para reboc-lo Caso seja impossvel levantar a dianteira do veculo: Conduta Nunca andar com o contato cortado Nunca empurrar o veculo tentando faz-lo funcionar impossvel com uma caixa de cmbio automtica.

A lubrificao da caixa de cmbio garantida somente com o motor funcionando. Operao nos componentes eltricos No desligar: A bateria com o motor funcionando O calculador com a ignio ligada Antes de religar um conector, verificar: O estado dos diversos contatos deformaes, oxidao O estado da trava do plugue Para efetuar os controle eltricos: A bateria deve estar corretamente carregada.

Nunca utilizar uma fonte de voltagem superior a 16 V. Nunca utilizar uma lampada de teste. Utilizar imprescindivelmente o pino de centragem e o esquadro de alinhamento conversor para acoplar a caixa de cmbio ao motor.

Retirar o pino de centragem aps o acoplamento da caixa de cmbio no Motor. Modificao do valor do indicador de quantidade de leo Troca do computador da caixa de cmbio: Anotar o valor do indicador de quantidade de leo da caixa de cmbio Reportar o valor anotado no novo computador da caixa de cmbio.

Troca da caixa de cmbio: Inicializar o indicador de quantidade de leo a 0 zero Escoamento da caixa de cmbio: Inicializar o indicador de quantidade de leo seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico. Carregamento de dados Atualizao do computador da caixa de cmbio por carregamento de dados Seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico A operao de carregamento de dados permite atualizar o computador da caixa de cmbio automtica ou adapt-la a uma evoluo do calculador do motor.

Antes da operao de carregamento de dados , necessrio anotar o valor que o indicador de quantidade de leo apresenta no computador da BVA.

Caixa de cmbio automtica Aps a operao de carregamento de dados necessrio: Cada atualizao do computador da caixa de cmbio automtica deve ser acompanhada de uma atualizao do calculador motor O acesso leitura e escrita do indicador de quantidade de leo feito pelo menu: Telecodificao boto circuito integrado indicador de leo.

A regulagem do valor do indicador de leo feita pelo acrscimo passo a passo de unidades. O acesso leitura e escrita do indicador de leo feito pelo menu: Indicador de leo. A regulagem do valor do indicador de leo feita entrando-se diretamente com os 5 algarismos do indicador de leo.

Telecodificao Procedimento da telecodificao do computador: Seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico. Um computador novo ou telecarregado est sempre configurado com as opes seguintes: Travamento da alavanca de cmbio shift lock. Sem sada OBD despoluio L4. Caso o computador esteja destinado a ser montado num veculo equipado com a despoluio L4 ou no equipado com a segurana de travamento da alavanca de cmbio: Efetuar uma operao de telecodificao Telecodificao pedal necessrio efetuar uma telecodificao do pedal, nos casos seguintes: O parafuso guia Motorizao DW10 Fixao do bloco hidrulico Centrar o bloco hidrulico com os parafusos 11 e 12 Praperto sem ordem: O comando de marchas comporta 5 posies: Posio P: Estacionamento Fechamento e parada do veculo Posio R: Marcha r.

Posio N: Ponto morto ou neutro. Posio D: Drive Conduta - utilizao das 4 marchas da caixa de cmbio em funo automtica e autoadaptvel Posio M: A partida do motor s possvel nas posies P ou N.

Em posio M, A seleo feita por um sensor eletrnico localizado perto da alavanca de cmbio, a variao do fluxo necessrio para o acionamento das clulas do sensor obtida por um ima localizado na alavanca alinhado com as clulas. O veculo equipado com shift lock, necessrio acionar a ignio e pressionar o pedal do freio para desbloquear a alavanca de seleo da posio P.

Os dois interruptores localizados na pista do comando de marchas, permitem que o condutor possa escolher um dos 3 programas de conduta seguintes: Programa Normal: O programa funciona sem escolha modo autoadaptvel; lei ecolgica a programa sport: O programa permite uma conduta mais dinmica e favorece desempenho e retomada b Programa neige: O programa facilita as partidas e a motricidade em terrenos sem aderncia NOTA: Para voltar ao programa normal, preciso pressionar uma segunda vez o interruptor sport esporte ou neige neve B2CP3DKD.

Afundar a pea 16 sem que o cabo flexione Soltar a pea Bloquear a regulagem com a pea Verificar todas as posies de comando de seleo de marcas. Comando de seleo de marchas reaproveitado. Desbloquear a pea Soltar a pea Acoplar a rtula 3. Afundar a pea 16 sem que o cabo flexione. Verificar todas as posies de comando de seleo de marchas. Verificar se os cabos de comando de marchas esto bem posicionados. Para clipar a rtula 8 posicionar a ferramenta [1] Extrator de rtula -.

E sob alavanca de seleo 9. Caso necessrio, efetuar a regulagem do comando de seleo comando novo ou desregulado. Regulagem do comando de seleo. Para destravar o sistema de regulagem do comando de marchas, puxar o anel branco 12 para a frente do veculo e levantar a pea plstica laranja Alavanca de seleo em posio P. A alavanca de passagem 10 puxada ao mximo para trs B. Bloquear a regulagem da marcha pressionando a pea plstica laranja Soltar o anel branco 12 A regulagem est feita.

Verificar todas as posies do comando de seleo de marchas. O shift lock um sistema que trava a alavanca de cmbio em posio P. Destravamento do shift lock funcionamento normal. Dar a partida.

Pressionar o pedal de freio e mant-lo pressionado.

You might also like: MANUAL ISTORIE CLASA 12 PDF

Deslocar a alavanca de cmbio para sair da posio P. Destravamento do shift lock com anomalia. Quando fr impossvel destravar o shift lock com o mtodo funcionamento normal.

A anomalia pode ser consequncia dos seguintes elementos: Interruptor de posio da alavanca de cmbio Computador da caixa de cmbio automtica Chicotes eltricos Tenso da bateria Retirar: A manopla 1 puxando-a para cima O acabamento 2 declipar.

A parte de baixo do console central 2 dclipper. Le rideau 3 Destravar o shift lock 4 com uma chave de fenda Deslocar a alavanca de cmbio para sair da posio P. Destravamento do shift lock. Dar a partida Pressionar o pedal de freio e mant-lo pressionado Deslocar a alavanca de cmbio para sair da posio P.

Destravamento impossvel do shift lock. Causas provveis da anomalia As causas de anomalia podem ser acarretadas pelos elementos seguintes: O escoamento parcial, pois o conversor no pode ser esvaziado totalmente. Retirar o bujo 1.

Devem ser escoados aproximadamente 3 litros de leo Abastecimento Colocar o bujo de escoamento 1 equipado com uma junta nova , aperto a 4 0,8 m. Retirar o bujo de abastecimento 2. Utilizar a ferramenta [1]. Capacidade de leo, caixa de cmbio seca: Motorizao EW: Inicializar o computador de gasto de leo seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico. Veculo em posio horizontal Verificar a ausncia do modo degradado da caixa de cmbio. Acrescentar 0,5 litro de leo na caixa de cmbio Pressionar o freio, efetuar passagem de todas as marchas Alavanca de cmbio em posio P.

Retirar o bujo de nvel 3. Filete de leo, a seguir gota a gota Colocar o bujo de nvel 3 , aperto a 2,4 0,2 m. Gota a gota ou nada Colocar o bujo de nvel 3. Desligar o motor. O nvel est correto quando o filete de leo fica no gota a gota. Colocar o bujo de nvel 3 equipado com uma junta nova , Aperto a 2,4 0,2 m. Controle do nvel do leo continuao Colocar o bujo de abastecimento 2 equipado com uma junta nova Aperto a 2,4 0,2 m. Um nvel de leo muito alto, pode acarretar as seguintes consequncias:: No deve haver sobre-curso da alavanca de cmbio quando a mesma est em posio 2.

Efetuar a regulagem do interruptor multifunes. Regulagem Condies prvias: Bloco hidrulico posicionado. Quando h uma disfuno na caixa de cmbio, h 2 configuraes possveis, dependendo da gravidade do defeito: Caixa de cmbio em modo degradado com um programa de substituio os valores do defeito so tomados em substituio.

Um leo queimado se caracteriza pela sua cor escura e um cheiro desagradvel. Aquecimento anormal do leo Vazamento de leo Se o nvel estiver muito baixo, acarreta o completo estrago da caixa de cmbio.

Aps ter realizado uma inicializao da centralina. Colocar imprescindivelmente a alavanca de seleo em posio N. Conduta Nunca andar com o contato cortado Nunca empurrar o veculo tentando faz-lo funcionar impossvel com uma caixa de cmbio automtica NOTA: A bateria com o motor funcionando A centralina com a ignio ligada. Antes de religar um conector, verificar: Operaes nos componentes mecnicos Nunca colocar a caixa de cmbio no cho sem proteo Afim de evitar danos no segmento da rvore de entrada, o esquadro de alinhamento conversor deve imprescindivelmente estar posicionado durante a operao de montagem.

XFX 4HX XFW Procedimento de inicializao telecodificao do computador da caixa de cmbio automtica Carregamento de dados Atualizao do computador da caixa de cmbio por carregamento de dados Seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico. Cada atualizao do computador da caixa de cmbio automtica deve ser acompanhada de uma atualizao da centralina motor A operao de carregamento de dados permite atualizar o computador da caixa de cmbio automtica ou adapt-la a uma evoluo da centralina do motor.

Deletar as falhas Uma telecodificao dos pedais apprentissage pdale Reinicializar os dados inseridos automaticamente auto adaptive Uma telecodificao eventual telecodage Anotar o valor do indicador de quantidade de leo verificado anteriormente Um teste na estrada.

Seguir o procedimento do dispositivo de diagnstico Um computador novo ou telecarregado est sempre configurado com as opes seguintes: Substituio do computador da caixa de cmbio automtica Substituio da caixa de cmbio automtica Tlchargement du programme du calculateur.

Troca ou regulagem do cabo do acelerador Substituio do potencimetro borboleta Parte externa da caixa de cmbio 2 3 4 5 6 7 8 Fixao conexo tubulao de leo Fixao externa do carter conversor no carter mecanismo Tampa da conexo taquimtrica Fixao chapa do carter Fixao do conversor no motor Fixao interna do carter conversor no carter mecanismo Fixao do carter conversor no carter mecanismo Torx 2,5 0,5 2,3 0,5 1 0,1 0,6 0,1 61 2,3 0,5 2,3 0,5 4,5 0,8 3,5 0,5 1 0,2 6,5 1 5,8 1.

Bujo de escoamento Fixao do trocador trmico Fixao do interruptor posio da alavanca de seleo Fixao do carter conversor no carter motor - motor XFX Fixao do carter conversor no carter motor - motor 4HX. Parte interna da caixa de cmbio 9 Fixao do sensor de velocidade entrada 10 Fixao do bloco hidrulico 11 Fixao do sensor de velocidade sada 0,8 0,1 0,8 0,1 1 0,2.

Comando de seleo O comando de marchas possui 5 posies. A alavanca de cmbio guiada pela pista de seleo e por uma mola de retorno que a mantm esquerda O comando de marchas equipado com o "shift lock", necessrio acionar a ignio e pressionar o pedal do freio para desbloquear a alavanca de seleo da posio Seleo P: Estacionamento Travamento Seleo R: Marcha r Seleo N: Ponto neutro Seleo D: Drive Utilizao das 4 marchas da caixa de cmbio em funo automtica e autoadaptvel Seleo M: Em posio M, a seleo feita por um sensor eletrnico localizado perto da alavanca de cmbio.

A variao do fluxo necessrio para o acionamento das clulas do sensor obtida por um ima localizado na alavanca alinhado com as clulas. As informaes so transmitidas ao computador da caixa de cmbio. Dois interruptores localizados na pista do comando de marchas, permitem que o condutor escolha um dos 3 programas de conduta seguintes: O programa funciona sem escolha modo autoadaptvel; lei ecolgica - Programa Sport a: O programa permite uma conduta mais dinmica e favorece desempenho e retomada - Programa Neige b: O programa facilita as partidas e a motricidade em terrenos sem aderncia Para voltar ao programa normal, preciso pressionar uma segunda vez o interruptor sport esporte ou neige neve A partida do motor s possvel nas posies P ou N - 1 Retorno do comando com rtula - 2 Regulagem automtica Pressionar o interruptor c para travar a regulagem do comando, pux-lo para regular o comando - 3 Limitador de luva O comando da caixa de cmbio efetuado por um cabo.

Dar a partida Pressionar o pedal de freio e mant-lo pressionado. DEslocar a alavanca de cmbio para sair da posio P. Destravamento do shift lock com anomalia Quando fr impossvel destravar o shift lock com o mtodo funcionamento normal.

Possveis causas da anomlia. Destravar o shift lock 4 com uma chave de fenda Deslocar a alavanca de cmbio para sair da posio P. Destravamento do shift lock com anomalia NOTA: Interruptor de posio da alavanca de marchas Computador da caixa de cmbio automtica Chicotes eltricos Tenso da bateria Retirar: Desbloquear o shift lock pressionando em a com uma chave de fenda colocada no orifcio do acabamento do comando de seleo de marchas.

Bloquear a regulagem com a pea 17 Verificar todas as posies do comando de seleo de marchas Comando de seleo de marchas reaproveitado Desbloquear a pea Colocar a pea 16 sem que o cabo flexione Soltar a pea Regulagem do comando de seleo Alavanca de seleo em posio P. Bloquear a regulagem da marcha pressionando a pea plstica

Similar files:


Copyright © 2019 ruthenpress.info.
DMCA |Contact Us